Como se ter uma vida “mais saudável”

Artigo escrito pelo Dr. César A. Berteli Nehemy à pedido do Caderno de Notícias

Dr. César Augusto Berteli Nehemy.           É formado em Farmácia e Farmácia Industrial. Especialização: Farmacologia.                 CRF 36507. Concluindo a graduação em Educação Física (Bacharelado) ao final de 2012.

Para falar sobre SAÚDE e BEM-ESTAR é preciso primeiro conceituarmos tais assuntos.

Mas ao conceituar bem-estar, me dei conta do quanto ele pode ser subjetivo, pois o meu conceito de bem-estar pode ser, e provavelmente será, diferente do conceito de cada indivíduo. Procurei diversas definições acadêmicas, pedi a opinião de várias pessoas, consultei dicionários, até que enfim, encontrei uma definição que considerei talvez a mais perfeita ou mais adequada e foi a seguinte:

O bem-estar é um processo ativo de equilíbrio que é sustentado por 3 pilares:

  • Físico
  • Material
  • Emocional

O bem-estar físico está diretamente relacionado com a saúde do corpo, da mente e do meio ambiente no qual vivemos.

O bem-estar material tanto é pessoal como o da sociedade à nossa volta. Isto significa que não é possível haver bem-estar se nós pudermos ter conforto material (vivermos na casa que queremos, guiarmos os carros dos nossos sonhos, comprarmos o que desejamos) e os nossos vizinhos ou os nossos próximos viverem na penúria. Este campo é vasto e sujeito a grande desenvolvimento, pois sempre haverá desigualdade social pelos mais diversos motivos. No entanto, para podermos ter e desfrutar de bem-estar material temos o dever de contribuir e ajudar terceiros a melhorarem a sua qualidade de vida e bem-estar material.

O bem-estar emocional são os nossos relacionamentos. Estes são variados: família e amigos, profissional, com o Divino, com “outros” e, acima de tudo, com nós mesmos.

Ao atingir o equilíbrio nestes três pilares, alcançamos a liberdade.

Foi uma surpresa termos chegado a esta conclusão e foi também uma alegria, pois sem liberdade não há nada.

Repetindo a pergunta: “o que é o Bem-Estar?” podemos então defini-lo da seguinte forma:

O bem-estar é um processo ativo de equilíbrio que assenta sobre um pilar físico, um pilar material e um pilar emocional que nos conduz à liberdade.

Tendo então encontrado uma definição sobre bem-estar, busquei então definir saúde.

Segundo o dicionário “Aurélio”, “SAÚDE” significa conservação da vida, robustez, vigor, estado em que se é sadio ou são, disposição do organismo, moral ou mental. Segundo Almeida Filho, saúde vem do latim “salutis” que origina também, desde salvar (livrar do perigo, afastar o risco), até saudar (desejar saúde) e são; de “sânus” se originam sanidade e sanitário. Enfim, saúde é salvação, conservação da vida, vigor.

Christopher Boorse definiu em 1977 a saúde como a simples ausência de doença; pretendia apresentar uma definição “naturalista”. Em 1981, Leon Kass questionou que o bem-estar mental fosse parte do campo da saúde; sua definição de saúde foi:

“o bem-funcionar de um organismo como um todo”, ou ainda “uma atividade do organismo vivo de acordo com suas excelências específicas.” Lennart Nordenfelt definiu em 2001 a saúde como um estado físico e mental em que é possível alcançar todas as metas vitais, dadas as circunstâncias.

As definições acima têm seus méritos, mas provavelmente a segunda definição mais citada também é da OMS (Organização Mundial de Saúde), mais especificamente do Escritório Regional Europeu: A saúde é uma medida em que um indivíduo ou grupo é capaz, por um lado, de realizar aspirações e satisfazer necessidades e, por outro, de lidar com o meio ambiente.

A saúde é, portanto, vista como um recurso para a vida diária, não o objetivo dela; abranger os recursos sociais e pessoais, bem como as capacidades físicas, é um conceito positivo.

Na constituição federal é direito de todos e dever do Estado e na lei orgânica: A saúde tem como fatores determinantes e condicionantes, entre outros, a alimentação, a moradia, o saneamento básico, o meio ambiente, o trabalho, a renda, a educação, o transporte, o lazer e o acesso aos bens e serviços essenciais. Os níveis de saúde da população expressam a organização social e econômica do País.

Mas afinal, qual é o objetivo deste artigo?

Além de trazer ao leitor conceitos atualizados sobre bem-estar e saúde, este artigo tem também o intuito de levar o leitor a pensar a respeito dos seus próprios conceitos relacionados ao tema de partida e também de analizar se seus direitos se fazem valer.

A partir destes conceitos iniciais, daremos segmento a outros artigos de utilidade pública envolvendo os mais variados temas relacionados à manutenção da saúde e bem-estar públicos e pessoais.